Dicas de Pergolado

9 de julho de 2020

Pergolado é como uma extensão da casa ou uma construção complementar à parte. Esta construção costuma servir como um abrigo na área de lazer. Ele proporciona sombra, dependendo da escolha de materiais, sem deixar de ter ventilação e iluminação natural. Trazendo assim uma sensação de maior proximidade com a natureza.

Locais que posso Construir

O pergolado pode ser projetado para ser a “cobertura” ou extensão da garagem; pode ser um item a mais no seu jardim; na área externa com churrasqueira e/ou próximo a sua piscina; também serve para dar um detalhe no Hall de Entrada da sua casa; Em um corredor, passagem entre ambientes para ter uma entrada de luz natural e atém mesmo em varandas e ou sacadas.

Materiais para fazer pergolado

Para fazer as colunas e vigas do pergolado temos algumas opções de materiais, a escolha delas vai depender do valor de investimento, do estilo arquitetônico e também do local onde será construído, pois cada material necessita de um cuidado diferente, uns mais outros menos. São estes: Concreto, Ferro ou até mesmo de Alumínio, Bambu e um dos mais utilizados o de Madeira.
Se você escolher a madeira, vamos indicar quais podem ser usadas para este fim. São elas: Cumaru, Ipê, Pinus, Eucalipto, Maçaranduba, Pitomba, Cedro, Jatobá, Itaúba, Garapeira, Maracutiara, Angelim, e o Tauari. Mas lembre-se de analisar qual a mais indicada para o local onde será construído o Pergolado, e também quais cuidados e tratamentos esta madeira exige.
No pergolado a madeira pode ser utilizada da forma mais rustica, com troncos e etc. Como também podem ser usadas ripas, pintadas ou naturais. Tudo vai depender do modelo e estilo que combine com o que deseja.
Para durabilidade da madeira, é indicado aplicar Stain, resina de efeito decorativo que ressalta a tonalidade natural da madeira, repele água (hidrorrepelente), e combate a formação de fungos (fungicida). O tratamento da madeira é essencial para que ela resista às mudanças de temperatura, exposição ao sol, chuva e afins.

Tipos de Coberturas

O pergolado em si já é muito lindo, mas caso queira sombra podemos trabalhar alguns itens que ajudam a trazer este efeito. Como os tecidos de Sarja de Algodão, Lona, e para algo mais rustico, tem os forros de fibras naturais como Palha de Junco e bambu, esteiras de Buriti e Capim Bambu. Porém estas opções mais naturais necessitam de um cuidado maior, elas precisam estar sendo protegidas pelas coberturas translúcidas e para sua maior durabilidade é importante passar verniz de acabamento.

Apesar de ser um ambiente que tem a intensão de ser mais aberto para natureza, por colocar decorações que precisam de uma proteção da chuva, é legal trabalhar algumas coberturas que não impedem a entrada de luz natural como, por exemplo: o Policarbonato, é um material plástico de alta durabilidade e resistente, é uma opção de cobertura mais leve e mais barato. E na opção refletivo ainda ajuda na diminuição de transmissão de calor. No Vidro, opte pelo Laminado, que não estilhaça no caso de quebrar o teto do pergolado de madeira.

Mas caso você queira um pergolado totalmente coberto, outra opção é usar a telha de zinco, pois tem uma vantagem de não precisar de grandes inclinações, então pode se esconder facilmente nas frentes com uma altura maior na ripa. E caso queria esconder na parte de baixo, usar um forro de madeira fica lindo.

E por fim uma ótima opção é o “teto verde”. Esta opção trará a natureza e todas suas vantagens para mais perto deste Pergolado. As trepadeiras deixam o ambiente mais leve, confortável e até mesmo mais fresquinho e agradável. Para isto precisamos analisar o local onde será construído seu pergolado e como são as mudanças de clima, para então escolher a melhor planta que se adaptará.

Segue abaixo opções de trepadeiras:

• Alamanda: essa trepadeira escala o pergolado, mas deve ser guiada no início. Ela floresce o ano todo e cresce mais rápido em regiões quentes, pois gosta de sol pleno. É necessário fazer regas regulares e ter atenção com crianças e animais, pois a Alamanda é uma planta tóxica;
• Amor-agarradinho: também conhecido como “trepadeira mexicana”, é uma planta que gosta de sol pleno e que é uma ótima opção para quem quer uma planta para pergolado que dê uma boa sombra. Ele floresce intensamente no verão e na primavera;
• Buganvília: essa planta de lindas flores roxas floresce durante setembro e dezembro e escala pérgolas. Ela suporta bem o frio, mas gosta de sol pleno e precisa de podas para estimular seu florescimento.
• Dipladênia: esse tipo de trepadeira não tolera encharcamento ou frio intenso e prefere climas quentes. Suas flores com formato de trombeta aparecem no verão e na primavera;
• Ipomeia: essa planta para pergolado cresce rápido, escala e cobre facilmente a estrutura. Ela floresce da primavera ao outono e, no primeiro ano de vida, é considerada mais delicada, mas se torna resistente com o tempo. A Ipomeia pode ser cultivada tanto em sol pleno quanto em meia-sombra, mas precisa de regas periódicas e podas depois de florescer;
• Jade: essa trepadeira pode ter flores azuis ou vermelhas e gosta de calor e umidade. Ela floresce na primavera e no verão, pode ser cultivada tanto no sol pleno quanto na meia-sombra e precisa de podas para contenção e renovação da folhagem;
• Jasmim-dos-açores: essa planta que tem ramos longos e flores brancas e delicadas gosta de sol pleno e meia-sombra e floresce durante boa parte do ano, espalhando um perfume bem gostoso pelo ar;
• Jasmim-de-madagascar: essa trepadeira tem folhas espessas e flores brancas, gosta de claridade mas não de sol direto e precisa, no início, de ter os ramos guiados para crescer sobre o pergolado;
• Jasmim-estrela: adaptável a todos os climas, o Jasmim-estrela prefere sol pleno e precisa de regas frequentes. Ele pode cobrir muros e cercas completamente, por isso é uma boa recomendação para todos os modelos de pergolados;
• Lágrima-de-cristo: esse tipo de trepadeira tem flores brancas com detalhes avermelhados e floresce tanto no verão quanto no inverno. Essa planta produz sombra no verão e permite passagem de luz no inverno e precisa de sol pleno pra crescer;
• Maracujazeiro: uma opção de planta para pergolado que dá lindas flores e também frutas, o Maracujazeiro exige muito sol e adubação periódica para florescer e dar frutos;
• Roseira-trepadeira: delicada, essa planta não pode ser encharcada. Regue de 2 a 3 vezes por semana (uma se estiver frio) e amarre os galhos nas estruturas do pergolado para que ela “siga” e se desenvolva;
• Tumbérgia: por fim, se você quiser ter lindas flores azuladas, é só cultivar a sua Tumbérgia em um pergolado que fique em sol pleno ou meia-sombra.

E então curtiu nossas dicas? O Pergolado é uma ótima opção para dar uma agregada na sua casa, e trazer mais lazer. Se gostou das dicas, compartilha e também nos diga sobre o que mais gostaria de saber.
Até a próxima!

Deixe um comentário